O projecto Interreg Europe CHRISTA capitalizou boas práticas no Património Imaterialatravés da troca de experiências e através da sua apresentação a uma audiência mais larga visando um turismo sustentável na Europa.

Criado em quinta, 06 outubro 2016, 14:43

No quadro do projecto Interreg Europa CHRISTA (Culture & Heritage for Responsible, Innovative and Sustainable Tourism Actions), o prmeiro processo de troca de experiências começou com a capitalização de boas práticas relacionadas com o tema prioritário Turismo no Património Imaterial que ocorreu entre  22 – 24 de Setembro de 2016 em Guimarâes, Portugal na Plataforma das Artes e da Criatividade.

O Encontro do Projecto foi organizado pelo parceiro Comunidade Intermunicipal do Ave de Portugal, em estreita colaboração com a ECTN que é parceiro consultor neste porjecto.

O primeiro dia. 22 de Setembro começou com apresentações acerca de recursos do  património imaterial em 8 destinos relacionados com os parceiros do projeto e com as suas melhores praticas em coloca-los aos serviço do desenvolvimento e promoção do turismo cultural.  

Os parceiros do projeto com os seus stakeholders identificaram, analisaram e trocaram conhecimentos e experiências acerca do tema “ Património imaterial”, do seu carácter inovador e focado em perceber como a troca de experiências pode influenciar diretamente a melhoria de políticas, estratégias e planos relacionados com o projeto.

O perito externo, Dr. Jordi Tresseras da Universidade de Barcelona LabPRTC/ IBERTUR apresentou o Estado da Arte nas propostas de património Intangível para um turismo cultural sustentável e propôs linhas condutoras para gerar políticas, estratégias e planos operacionais.

O dia foi concluído com discussões sobre as questões chave levantadas: Como atingir um desenvolvimento turístico sustentável e responsável dos recursos do património imaterial e como melhorar os instrumentos de política, relacionados com o projeto.
A síntese e as conclusões foram desenvolvidas com o apoio do perito externo e conselheiro da ECTN para as políticas culturais.

No segundo dia, 23 de Setembro, o workshop continuou e foi aberto a uma audiência mais vasta, com palestrantes convidados, responsáveis políticos, especialistas e contribuições externas ao projeto, tomando um formato de conferência, sob o título: Património Imaterial, um recurso único para o desenvolvimento do turismo responsável e sustentável.

Os palestrantes convidados foram: O vice presidente da comissão para os recursos naturais do Comité das Regiões Anthony Buchanan, que falou acerca do “Turismo como uma Força de Mudança”; O Membro do Conselho da Europa Nostra, Prof. Koonrad Van Balen, que apresentou 10 descobertas chave e 5 recomendações estratégicas do estudo ‘Cultural Heritage Counts for Europe’; a representante da European Travel Comission, Iulia Niculica, que apresentou o documento “The European Tourism Manifest for Growth & Jobs”; e o presidente da NECSTouR Grupo de Trabalho do Turismo Cultural e da Sustentabilidade Cultural José Luis Maestro Castineiras que apresentou as boas práticas e resultados no património imaterial nas regiões NECSTouR.

A Conferência foi apoiada e teve direito a uma mensagem especial por vídeo de Cláudia Tapardel, membro do Parlamento Europeu, copresidente do Grupo para o desenvolvimento do turismo na Europa, membro do Comité de Transportes e Turismo Europeu. Do mesmo modo recebeu a comunicação de Carlo Corazza, chefe da Unidade de Indústrias Emergentes, Criativas e de Turismo da DG Growth.

O Dr. Stefano Dominioni, secretário executivo do Acordo Alargado de partes para as Rotas Culturais e Diretor do Instituto Europeu de Rotas Culturais, fez uma intervenção ao vivo on-line, apresentando o programa das Rotas Culturais do Conselho da Europa e exemplos práticos de turismo cultural e responsável baseado na herança imaterial.

Através de uma abertura para apresentações, 21 apresentações, provenientes de 11 países incluindo os países do projeto CHRISTA, foram selecionadas para o programa.
As apresentações foram efetuadas em 6 sessões paralelas sobre tradições orais e comunidades, práticas sociais, rituais e eventos festivos, artesanatos tradicionais, gastronomia e vinhos, artes performativas, bem como nos saberes e práticas, onde se apresentaram 10 destinos diferentes (Vastra Götaland, da Suécia, Volos e Tessalónica da Grécia, Granada e Catalunha da Espanha, Vidzeme da Letónia, Vila do Conde em Portugal, Pafos em Chipre, Burgas na Bulgária, Sibiu na Roménia. O encontro contou ainda com a participação de dez universidades sendo três universidades da Geórgia, três de Espanha e quatro universidades de quatro outros países, concretamente da Roménia, de Portugal, da Polónia e da Bulgária. Apresentou ainda uma comunicação uma empresa de consultoria de Espanha.

Todas as apresentações revelaram uma experiência notável, partilharam as melhores práticas, métodos, conceitos e deixaram recomendações práticas sobre o modo a preservar e promover o património intangível dentro do desenvolvimento de um turismo sustentável.

Durante este dia aconteceu a cerimónia de entrega do prémio ECTN para o “Destino de Turismo Cultural sustentável 2016” com o tema “Turismo no Património Imaterial”. Durante a cerimónia os três vencedores, selecionados por um painel de jurados entre 23 candidatos, foi anunciado, sendo o prémio entregue em conjunto com um certificado.


O prémio para o turismo cultural foi iniciado pelo projeto CHARTS INTERREG IV e organizado pela primeira vez em 2014.

O dia da Conferência foi concluído com um painel de debate sobre o potencial do Património Imaterial para o desenvolvimento de um turismo inovador, sustentável e responsável. Participaram os palestrantes convidados, o perito externo Dr. Jordi Juan Tresserras e o Conselheiro de Políticas da ECTN, Sr. Manos Vougioukas.

O terceiro dia de troca de experiências, 24 de setembro, foi dedicado a uma visita de estudo à região do Ave, organizada em torno do tema do Workshop, incluindo as conclusões dos dois dias de atividades apresentados no terreno.
Os parceiros do projeto CHRISTA, junto com os seus stakeholders, com os palestrantes convidados os peritos e outros participantes tiveram a oportunidade de visitar os bordados tradicionais de Guimarães, a oficina das cantarinhas dos namorados, o Museu dos caminho-de-ferro do Arco de Baúlhe com uma exposição sobre Tamancos, a casa da lã de Bucos – em Cabeceiras de Basto – projeto para o desenvolvimento do artesanato de lã e ainda demonstrações da Luta de Pau realizadas em Abadim, Cabeceiras de Basto.

O projeto CHRISTA (Culture and Heritage for Responsible, Innovative and Sustainable Tourism Actions) no programa Interreg Europe, programa de cooperação interegional da União Europeia visa proteger e preservar a herança natural, cultural e prepará-las para o desenvolvimento e promoção de estratégias de turismo responsável, sustentável e responsável, incluindo património imaterial e industrial através da interpreatação e da digitalização, com a capitalização de boas práticas, aprendizagem de políticas, implementação de  políticas e capacitação.

O projecto CHRISTA começou em Abril de 2016, envolvendo 10 parceiros de 10 autoridades regionais e locais de 10 estados membros, bem como autoridades turísticas de 9 regiões da União Europeia.

Os parceiros do projecto são o Conselho Regional de Turismo de Pafos, Chipre (Lead Partner), a European Cultural Tourism Network, Bélgica, a Região do Veneto, Itália, a região da Macedonia Central, Grécia, a Região de Vastra Gotaland, Sweden, o Município de Granada, Espanha, a Associação de Turismo de Vizdeme, Letónia, a Associação de Turismo do Município de Sibíu, Roménia, o Município de Burgas, Bulgária e a Comunidade Intermunicipal do Ave, Portugal.


O principal resultado do projecto serão Planos de Ação, com a implementação e monitorização de programas regionais operacionais, das estratégias e de planos regionais e locais em nove destinos regionais, na criação de ferramentas de comunicação e disseminação para a aprendizagem de políticas e para a capacitação , contribuindo para as políticas da União Europeia e para os objectivos do EU2020.

O PROJECTO CHRISTA foi tornado possível pelo apoio fianceiro da União Europeia - Programa Interreg Europe e pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER).

Contatos:
Ieva Treija, Gestora de Comunicação do CHRISTA European Cultural Tourism Network
E-mail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.


Notas:
1.    Parceiros do Projecto CHRISTA
Conselho Regional de Turismo de Pafos, Chipre (Lead Partner)    www.visitpafos.org.cy

European Cultural Tourism Network, Bélgica        www.culturaltourism-network.eu

Região do Veneto, Itália                    www.regione.veneto.it

Região da Macedonia Central, Grécia            www.pkm.gov.gr

Região de Vastra Gotaland, Sweden            www.vastarvet.se

Município de Granada, Espanha                www.dipgra.es

Associação de Turismo de Vizdeme, Letónia            www.vidzeme.com

Associação de Turismo do Município de Sibíu, Roménia        www.sibiu-turism.ro

Município de Burgas, Bulgária                www.burgas.bg

Comunidade Intermunicipal do Ave, Portugal        www.cim-ave.pt

2.    Mais informação acerca do projecto CHRISTA project e as suas atividades pode ser encontrada aqui: http://www.interregeurope.eu/christa/

3.    O programa Interreg Europe é um dos instrumentos de implementação da política de coesão da União Europeia e apoia governos regionais e locais por toda a Europa para desenvolver e apresentar melhores políticas. O programa de cooperação cobre a totalidade do território da União Europeia, na Noruega e a Suíça. O programa é cofinanciado pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional ( FEDER) com um orçamento de 359 milhões de euros, para o período 2014-2020.

4.    Informação básica do Projeto CHRISTA
Os desafios comuns  reunidos no Projeto CHRISTA são:

    • O Património Natural e Cultural é um recurso valioso, por vezes em perigo e com necessidade de receber cuidados de conservação, preservação e restauro adequados.
    • Estes recursos podem ser utilizados para fins de turismo responsável e sustentável  e de desenvolvimento, nomeadamente através do turismo cultural, o turismo de património e o ecoturismo.
    • O potencial turístico destes recursos pode facilitar os esforços de preservação e de restauro se for desenvolvido de forma sustentável e responsável.
    • A Inovação  pode contribuir muito para o desenvolvimento das políticas relacionadas com o turismo sustentável  e responsável.

logochistalogoectnlogocim chista

 

christa3

christa4

on2          QREN           UE

Mapa do Site | Termos e Condições | Politicas e Privacidade | Contactos

Tuesday the 21st.
Copyright

©

Template © Joomla Template
Creampie