Instalação de Variadores Eletrónicos de Velocidade em equipamentos municipais

Operação candidatada ao PPEC – Plano de Promoção da Eficiência no Consumo de Energia Elétrica. Medida tangível.
Esta medida visa a redução dos consumos energéticos de energia ativa, afeta aos motores existentes em equipamentos municipais, através da instalação de variadores eletrónicos de velocidade.
A instalação de VEV’s em motores elétricos, proporciona aos seus utilizadores um largo potencial de redução de consumo de energia, para além dos diverso benefícios técnicos significativos, nomeadamente o controlo de potências sofisticadas, o aumento de vida útil do motor e, as consequentes reduções de custos energéticos e de manutenção.
Esta ação será implementada nos municípios de Cabeceiras de Basto, Fafe, Guimarães, Póvoa de Lanhoso, Mondim de Basto, Vieira do Minho e Vizela.
Promotor: CIM do Ave
Parceiro: Agência de Energia do Ave;
Orçamento: 160.881,54 €
Taxa de financiamento: 71%
Prazo de implementação: 2 anos

Encontram-se neste momento em realização os trabalhos preparatórios para implementação desta medida. Mais novidades para breve!

Promotor: Parceiro:
logo cimave logo aeave

Aplicação Interativa de Promoção da Eficiência Energética Através da Gamificação

Operação candidatada ao PPEC – Plano de Promoção da Eficiência no Consumo de Energia Elétrica. Medida Intangível.
Esta medida visa o desenvolvimento de um software lúdico-pedagógico num modelo de jogo de simulação de construção de uma cidade energeticamente eficiente baseado nos cenários dos municípios da região NUT III Ave. As crianças poderão simular a construção de uma cidade num cenário com elementos históricos reais da sua cidade, aprendendo e aplicando conceitos de eficiência e poupança energética, sendo que o sistema de pontuação é baseado nos níveis de eficiência energética atingidos.
Pretende-se o envolvimento das escolas e a criação de um concurso a nível local e regional com atribuição de prémios aos melhores pontuados.
Promotor: CIM do Ave
Parceiros: Agência de Energia do Ave; Laboratório da Paisagem; ONIO;
Orçamento: 170.739,00 €
Taxa de financiamento: 35%
Prazo de implementação: 2 anos

Encontram-se neste momento em realização os trabalhos preparatórios para implementação desta medida. Mais novidades para breve!

Promotor: Parceiros:
logo cimave logo aeavelogo laboratorio paisagem

Procedimento concursal comum para contratação em regime de contrato de trabalho em funções públicas por tempo indeterminado de um posto de trabalho da carreira/categoria de técnico superior — Ciência Política.

FORMULÁRIO DE CANDIDATURA AO PROCEDIMENTO CONCURSAL 

Aviso n.º 6712/2017. D.R. n.º 114, Série II de 2017-06-14

FORMULÁRIO PARA O EXERCÍCIO DO DIREITO DE PARTICIPAÇÃO DOS INTERESSADOS

Ata N.º2

Ata N.º3

Ata N.º4

Ata N.º5

Ata N.º6

Lista de resultados da Prova de Conhecimentos - 1º Método de Seleção

Ata N.º7

Ata N.º9

PPEC 2017 - 2018

A ERSE - Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos é a entidade responsável pela regulação dos setores do gás natural e da eletricidade, nos termos dos seus Estatutos aprovados pelo Decreto-Lei n.º 97/2002, de 12 de abril na redação do Decreto-Lei n.º 84/2013, de 25 de junho.

Plano de Promoção da Eficiência no Consumo de Energia Eléctrica  
Vive-se actualmente uma época em que a energia se tornou um vector essencial para o desenvolvimento das nações, constituindo o motor que alimenta o seu progresso. A contrapartida do uso intensivo de energia, nas suas diversas formas, releva-se na destruição progressiva do meio ambiente e na degradação da qualidade de vida.
Reconhecendo esta situação, no âmbito das suas atribuições e em conformidade com as directrizes comunitárias e nacionais, a ERSE consignou no Regulamento Tarifário a criação de um “Plano de Promoção da Eficiência no Consumo” (PPEC).
O PPEC de energia eléctrica tem como objectivo a promoção de medidas que visem melhorar a eficiência no consumo de energia eléctrica, através de acções empreendidas pelos comercializadores de energia eléctrica, operadores das redes de transporte e de distribuição de energia, associações e entidades de promoção e defesa dos interesses dos consumidores de energia eléctrica, associações empresariais, associações municipais, agências de energia e instituições de ensino superior e centros de investigação, sendo destinadas aos consumidores dos diferentes segmentos de mercado. As acções resultam de medidas específicas propostas, sujeitas a um concurso de selecção, cujos critérios estão definidos nas referidas Regras do Plano de Promoção da Eficiência no Consumo. Este concurso permite seleccionar as melhores medidas de eficiência energética a implementar pelos promotores anteriormente referidos, tendo em conta o montante do orçamento do PPEC.

PPEC 2017 - 2018  
Encontra-se em implementação a 6.ª edição do Plano de Promoção da Eficiência no Consumo de Energia Elétrica (PPEC) que tem como objetivo prioritário apoiar financeiramente iniciativas que promovam a eficiência e redução do consumo de eletricidade nos diferentes segmentos de consumidores.
O PPEC 2017-2018 aprovou 75 medidas que serão implementadas por 33 promotores. Estas medidas foram selecionadas, por intermédio de concurso competitivo, de um universo de 224 medidas apresentadas por 79 promotores. O valor total das medidas propostas a concurso foi de 61,9 milhões de euros.

Para saber mais, consulte:
Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos > Avaliação das candidaturas submetidas no âmbito do PPEC 2017-2018
Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos – http://www.erse.pt/

Medidas CIM do AVE

A CIM do Ave viu aprovadas duas medidas candidatadas ao PPEC 2017/2018:

Aplicação Interativa de Promoção da Eficiência Energética Através da Gamificação
Instalação de Variadores Eletrónicos de Velocidade em equipamentos municipais

INAVE

A Rede de Empreendedorismo do Ave surgiu da submissão, por parte da Comunidade intermunicipal do Ave, de uma candidatura ao ON.2 - O Novo Norte, na sequência de um desafio lançado pelo IAPMEI. A Rede integra-se no âmbito das Redes Regionais para o Empreendedorismo, de acordo com a Portaria n.º 432-B/2012 de 31 de dezembro da Presidência do Conselho de Ministros e Ministério da Economia e do Emprego.

O objetivo central da Rede é a dinamização do ecossistema empreendedor do Ave, favorecendo e criando sinergias no apoio ao empreendedorismo de base local, através da:

• Mobilização e alinhamento de um conjunto diversificado de Agentes Locais, que apoiam e/ou promovem o Empreendedorismo, para operar em REDE

• Capacitação dos Agentes na utilização de Metodologias e Ferramentas de Apoio Comuns, assegurando Serviços Partilhados e Respostas Integradas

• Concretização de um conjunto articulado de ações que visam promover a educação empreendedora; incentivar a criação e desenvolvimento de novos negócios e de emprego; e reforçar e qualificar os serviços de apoio aos empreendedores;

on2          QREN           UE

Mapa do Site | Termos e Condições | Politicas e Privacidade | Contactos

Monday the 11th.
Copyright

©

Template © Joomla Template
Creampie