A Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos é a entidade responsável pela regulação dos setores do gás natural e da eletricidade, nos termos dos seus Estatutos aprovados pelo Decreto-Lei n.º 97/2002, de 12 de abril na redação do Decreto-Lei n.º 84/2013, de 25 de junho.

Plano de Promoção da Eficiência no Consumo de Energia Eléctrica
Vive-se actualmente uma época em que a energia se tornou um vector essencial para o desenvolvimento das nações, constituindo o motor que alimenta o seu progresso. A contrapartida do uso intensivo de energia, nas suas diversas formas, releva-se na destruição progressiva do meio ambiente e na degradação da qualidade de vida.
Reconhecendo esta situação, no âmbito das suas atribuições e em conformidade com as directrizes comunitárias e nacionais, a ERSE consignou no Regulamento Tarifário a criação de um “Plano de Promoção da Eficiência no Consumo” (PPEC).
O PPEC de energia eléctrica tem como objectivo a promoção de medidas que visem melhorar a eficiência no consumo de energia eléctrica, através de acções empreendidas pelos comercializadores de energia eléctrica, operadores das redes de transporte e de distribuição de energia, associações e entidades de promoção e defesa dos interesses dos consumidores de energia eléctrica, associações empresariais, associações municipais, agências de energia e instituições de ensino superior e centros de investigação, sendo destinadas aos consumidores dos diferentes segmentos de mercado. As acções resultam de medidas específicas propostas, sujeitas a um concurso de selecção, cujos critérios estão definidos nas referidas Regras do Plano de Promoção da Eficiência no Consumo. Este concurso permite seleccionar as melhores medidas de eficiência energética a implementar pelos promotores anteriormente referidos, tendo em conta o montante do orçamento do PPEC.
PPEC 2017 – 2018
Encontra-se em implementação a 6.ª edição do Plano de Promoção da Eficiência no Consumo de Energia Elétrica (PPEC) que tem como objetivo prioritário apoiar financeiramente iniciativas que promovam a eficiência e redução do consumo de eletricidade nos diferentes segmentos de consumidores.
O PPEC 2017-2018 aprovou 75 medidas que serão implementadas por 33 promotores. Estas medidas foram selecionadas, por intermédio de concurso competitivo, de um universo de 224 medidas apresentadas por 79 promotores. O valor total das medidas propostas a concurso foi de 61,9 milhões de euros.

Para saber mais, consulte:
Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos > Avaliação das candidaturas submetidas no âmbito do PPEC 2017-2018
Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos – http://www.erse.pt/

MEDIDA CIMAVE_I01 - Aplicação Interativa de Promoção da Eficiência Energética Através da Gamificação

Operação candidatada ao PPEC – Plano de Promoção da Eficiência no Consumo de Energia Elétrica. Medida Intangível.
Descrição: Desenvolvimento de um software lúdico-pedagógico num modelo de jogo de simulação de construção de uma cidade energeticamente eficiente baseado nos cenários dos municípios da região NUT III Ave. As crianças poderão simular a construção de uma cidade num cenário com elementos históricos reais da sua cidade, aprendendo e aplicando conceitos de eficiência e poupança energética, sendo que o sistema de pontuação é baseado nos níveis de eficiência energética atingidos.
Pretende-se o envolvimento das escolas e a criação de um concurso a nível local e regional com atribuição de prémios aos melhores pontuados.
Promotor: CIM do Ave
Parceiros: Agência de Energia do Ave; Laboratório da Paisagem; Planetiers;
Orçamento: 103.782,00 €
Financiamento: 60.406,00 €

Medida financiada no âmbito do Plano de Promoção da Eficiência no Consumo de energia elétrica,
aprovado pela Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos

MEDIDA CIMAVE_TC02 - Instalação de Variadores Eletrónicos de Velocidade em equipamentos municipais

Operação candidatada ao PPEC – Plano de Promoção da Eficiência no Consumo de Energia Elétrica. Medida tangível.
Redução dos consumos energéticos de energia ativa, afeta aos motores existentes em equipamentos municipais, através da instalação de variadores eletrónicos de velocidade.
A instalação de VEV’s em motores elétricos, proporciona aos seus utilizadores um largo potencial de redução de consumo de energia, para além dos diverso benefícios técnicos significativos, nomeadamente o controlo de potências sofisticadas, o aumento de vida útil do motor e, as consequentes reduções de custos energéticos e de manutenção.
Esta ação será implementada nos municípios de Cabeceiras de Basto, Fafe, Guimarães, Póvoa de Lanhoso, Mondim de Basto, Vieira do Minho e Vizela.
Promotor: CIM do Ave
Parceiro: Agência de Energia do Ave;
Orçamento: 160.881,54 €
Financiamento: 114.283,89 €

Medida financiada no âmbito do Plano de Promoção da Eficiência no Consumo de energia elétrica,
aprovado pela Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos